Estiagem afeta níveis hídricos da barragem de Garibaldi

De acordo com a Defesa Civil estadual, já somam-se 122 municípios no Rio Grande do Sul em situação de emergência devido a estiagem prolongada. Com a falta de chuvas, as condições hidrográficas de diversas bacias […]


Publicado por Felipe Vicari

há 6 meses atrás

Compartilhar

De acordo com a Defesa Civil estadual, já somam-se 122 municípios no Rio Grande do Sul em situação de emergência devido a estiagem prolongada. Com a falta de chuvas, as condições hidrográficas de diversas bacias de captação estão em condição de atenção.

A baixa disponibilidade hídrica também afeta diversos municípios da Serra Gaúcha. Mesmo diante do cenário alarmante, de acordo com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), atualmente não há nenhum município no Rio Grande do Sul com racionamento de água.

Em Garibaldi, a situação é de alerta, uma vez que os níveis da barragem estão baixos. O gestor da Corsan no município, Alessandro Tavares, pondera que não há a previsão de racionamento de água no município apesar da falta de chuva.

Para a normalização dos níveis hídricos, especialistas afirmam que seja necessário dias seguidos de chuva com 40 milímetros ou mais. Caso haja um período extenso sem chuvas, os problemas hídricos tendem a aumentar.

Acompanhe a manifestação do gestor da Corsan de Garibaldi, Alessandro Tavares, clicando abaixo:

Foto: Felipe Vicari/Grupo RSCOM

Generic placeholder image
Por Felipe Vicari

há 6 meses atrás

Compartilhar
    play_arrow
    lens

    AO VIVO | PROGRAMA

play_arrow
lens

AO VIVO | PROGRAMA

Tempo agora

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider